Connect with us

Em Linhas Gerais

“Vamos entrar com projeto para legalizar o garimpo”, diz Bolsonaro

Publicada

em

Compartilhe

Presidente da República deu a declaração na volta ao Palácio da Alvorada após almoço de domingo (21/07/2019): “Garimpeiro merece respeito”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou neste domingo (21/07/2019) que o governo vai “entrar com projeto para legalizar” a atividade de garimpo. Retornando ao Palácio da Alvorada após almoçar num restaurante do Lago Sul, o pesselista deu a declaração à imprensa, reforçando que “garimpeiro é cidadão que merece respeito e consideração”.

“Obviamente, a gente vai casar a exploração com a questão ambiental e botar um ponto final no mercúrio”, disse a jornalistas.

FGTS

Mais cedo, antes de almoçar, disse que o governo deve anunciar as novas regras para saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) na quarta (24/07/2019). Ele descartou a possibilidade de rever, pelo menos neste momento, o percentual da multa de 40% do Fundo pago ao empregado demitido sem justa causa. Mas não descarta essa mudança no futuro.

“O valor não está na Constituição, mas o FGTS está no artigo 7º, acho que o valor é uma lei, vamos pensar lá na frente. Mas antes disso a gente tem que ganhar a guerra da informação. Eu não quero manchete amanhã dizendo: ‘O presidente está estudando reduzir o valor da multa’”, disse.

Domingo

Bolsonaro começou o domingo se reunindo com os ministros Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, e Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional. Logo depois, deixou o Palácio do Alvorada, residência oficial da Presidência da República, para participar de um culto na igreja evangélica Sara Nossa Terra, no Sudoeste. Ficou na primeira fila ao lado da primeira-dama, Michelle, de Onix, e da esposa do ministro da Casa Civil, Denise Verbeling.

A celebração foi comandada pelo Bispo Rodovalho, presidente e fundador da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra. Aos fiéis, o presidente afirmou que a solidão sentida no poder, como dita por diversos governantes, é devido “a uma deslealdade com o povo brasileiro e pelo afastamento de Deus”.

Continue lendo
Anúncios
Comentários

Em Linhas Gerais

Ciro compara Bolsonaro a Hitler: ‘Nossa sorte é que Bolsonaro é um idiota’

Publicada

em

Compartilhe

Segundo o ex-governador do Ceará, a gestão de Bolsonaro e a ascensão do grupo político que comanda o país tem traços do que ocorreu na Alemanha

O ex-ministro e vice-presidente do PDT, Ciro Gomes, fez uma avaliação do governo de Jair Bolsonaro diante dos primeiros meses de 2019 durante entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole, na semana passada. Segundo o ex-governador do Ceará, a gestão de Bolsonaro e a ascensão do grupo político que comanda o país tem traços do que ocorreu na Alemanha com Adolf Hitler na década de 1930. Diante da descrença com o sistema político e as instituições, o fenômeno se apoderou da sociedade alemã e deu os primeiros passos para Segunda Guerra Mundial.

Para Ciro, o movimento é similar ao que ocorre com o país. “Hitler ascendeu assim. Exatamente como aqui. A nossa sorte é que o brasileiro não é o povo alemão e que Bolsonaro é um idiota completo e rematado, diferente do que era Hitler. O bicho mais parecido com o bolsominion radical, é o petista radical. É uma cartomante com Alzheimer. Sabe tudo que vem pela frente, mas não lembra de nada que passou”, afirmou o ex-ministro. 

Foto : Diego Redel/FECAM

Ainda de acordo com Gomes, há uma movimentação contra a cultura e o conhecimento na sociedade, motivada por setores aliados ao governo. “Isso tem coerência com a análise que estamos fazendo da imbecilidade liberal e a entrega do país ao estrangeiro. Essa ideologia precisa conservar ignorância, por isso extinguiram o Ministério da Cultura. A cultura está depreciada, transformaram os agitadores culturais e os artistas em bandidos”, disse Ciro. 

Ainda de acordo com Ciro Gomes, a Educação não é um dos pilares ou uma bandeira defendida no governo Bolsonaro. “Estamos com o menor número de investimento na Educação da história Brasil. Eles precisam destruir a educação, a cultura e os caminhos por onde o povo ilumina sua inteligência. Aí fica fácil dizer que a terra é plana. No Eclipse de ontem, se a terra fosse plana, teria sido uma listra na Lua, mas projetou-se uma bola porque ela é esférica. Mas 11 milhões acreditam que a terra é plana. Vamos comemorar 50 anos da primeira pisada na lua. Mas muita gente não acredita. A ignorância e o obscurantismo permite a manipulação de demagogos”, declarou. 

Metro1

Continue lendo

Em Linhas Gerais

Mãe da ex-presidente Dilma morre aos 95 anos em BH

Publicada

em

Compartilhe

Morreu na manhã deste sábado Dilma Jane da Silva, a mãe da ex-presidente Dilma Rousseff, aos 95 anos. A mãe da presidente deposta estava em Belo Horizonte e enfrentava uma série de problemas de saúde, que incluíam uma embolia pulmonar e um AVC isquêmico. A petista está em Londres e chegará em Minas Gerais na manhã deste domingo para o velório.

Dilma Jane deixa as filhas Dilma Rousseff, Zana Lúcia Rousseff, o filho Igor Rousseff e a neta Paula Rousseff. Ela chegou a morar com a ex-presidente no Palácio da Alvorada durante o primeiro mandato da filha.

Após a confirmação da morte, a ex-presidente recebeu a solidariedade de vários políticos nas redes sociais.

Continue lendo

Em Linhas Gerais

Veja as principais notícias desta sexta-feira; STF libera privatizações, mas o caminho é longo

Publicada

em

Compartilhe

Leia as principais notícias desta sexta-feira (7) para começar o dia bem informado

As quentes do dia

Privatizações têm duro caminho à frente, mesmo com aval do STF
A Corte permitiu a venda de subsidiárias de estatais sem aval do Congresso. O Brasil tem 134 estatais federais, das quais 88 são subsidiárias

Bolsonaro e Guedes falam em criação de uma moeda comum com a Argentina
Chamada de “peso real” pelo presidente brasileiro, nova moeda seria um projeto de “muito a longo prazo”, assim como um banco central supranacional

Segundo o O Globo, após decisão do STF, Petrobras vai retomar planos de privatização de US$ 32,3 bilhões
Estatal deve levar adiante venda de subsidiárias como Liquigás e BR Distribuidora

De acordo com a Folha, Anvisa quer dar aval para cultivo de maconha para remédios e pesquisa
Presidente da agência diz que empresas terão licença especial, cotas de plantio e produtos rastreados

Política e Mundo

Processo contra Bolsonaro por ofensas a negros e quilombolas é encerrado
Presidente respondia por declarações ofensivas a negros e quilombolas durante palestra dada no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, em abril de 2017

Raquel Dodge pede manutenção da prisão de Eduardo Cunha
A procuradora-geral destacou que a norma “busca evitar supressão de instância e só é autorizada em situação de flagrante ilegalidade ou teratologia o que não ocorreu”

Araújo diz que acordo entre União Europeia e Mercosul deve sair até o fim do mês
O ministro afirmou que a negociação entre os dois blocos entrou na reta final: “Temos uma grande esperança de fechá-lo agora em junho, em reunião ministerial”

Enquanto você desligou

STF permite venda de subsidiárias de estatais sem aval do Congresso
A maioria sinaliza uma vitória no julgamento para o governo Jair Bolsonaro e para a Petrobras, que tem um ambicioso plano de desinvestimentos

STF libera venda da TAG pela Petrobras a grupo liderado por Engie
Com isso, a estatal petrolífera deverá receber uma injeção nos próximos dias de 8,6 bilhões de dólares pela concretização da operação

Estatais saltam 15% na semana com marco legal do saneamento
Sabesp e Copasa têm forte valorização com chances mais concretas de entregar a conta para a iniciativa privada. A paranaense Sanepar vai na contramão

Programa de cashback da Visa cresce 50% e atrai novos parceiros
Entre outubro de 2018 e março deste ano, a bandeira de cartões devolveu crédito em 130 mil transações. O dinheiro é depositado na fatura dos clientes

Apple é processada nos EUA por práticas anticompetitivas em loja de apps
Desenvolvedores acusam empresa de monopolizar venda e distribuição de aplicativos para iPhones, pois todo software precisa ser comprado pela App Store

Agenda

Nesta sexta-feira, serão conhecidos os resultados do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) referente ao mês de maio e também o acumulado do ano. Nos Estados Unidos, o Bureau of Labor Statistics divulga os dados referentes ao mês de maio, incluindo a taxa de desemprego — atualmente em 3,6% — e também o Relatório de Emprego (Payroll) não-agrícola, que mede a variação do número de pessoas empregadas de todas as empresas não-agrícolas. E, como acontece em todas as sextas, há a divulgação do relatório semanal COT, com a análise das posições líquidas dos traders em mercados futuros. Lembrando que na China é feriado nacional.

Continue lendo

Em alta