Brasil

Senador Ciro Nogueira é alvo de operação da PF nesta sexta-feira

Agentes estão nas ruas de Teresina (PI), Brasília (DF) e São Paulo (SP) cumprindo mandados de busca e apreensão, além de intimações para depoimentos

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta (22) a Operação Compensação, que mira suposto pagamento de propinas pela JBS ao senador Ciro Nogueira (PI), presidente nacional do PP, e ao próprio partido.

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nas casas de duas pessoas e em duas empresas ligadas ao congressista.

Senador Ciro Nogueira (PP)

A ação foi autorizada pela ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Rosa Weber em inquérito que apura se o grupo dos irmãos Joesley e Wesley Batista repassou R$ 42 milhões para que o PP apoiasse o PT nas eleições presidenciais de 2014 e também para que não desembarcasse do governo em 2016, durante o processo de impeachment.

Os pagamentos teriam sido feitos por meio de doações oficiais e por meio de um supermercado no Piauí. Há também relatos de entrega em espécie ao congressista. 

Outro investigado é o ex-ministro petista Edinho Silva (Secretaria de Comunicação Social da Presidência), atual prefeito de Araraquara (SP), que teria aprovado os pagamentos.

O caso foi relatado pelos delatores da JBS em depoimentos à PGR (Procuradoria-Geral da República).

Ao todos, estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão em Teresina (PI), Brasília (DF) e São Paulo/SP, além de intimações para fins de depoimentos dos envolvidos.

A Folha não localizou representantes de Ciro Nogueira e Edinho Silva nesta sexta. Eles vêm negando as ilicitudes e sustentam que os delatores não apresentaram provas do que dizem.

Folhapressn- Com fotos de © Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Brasil

Filha de Queiroz repassou 80% do salário na Câmara para o pai, aponta Coaf

Brasil

Araújo teve chilique por participação de Eduardo em encontro com Trump

Brasil

Bolsonaro faz reunião para analisar proposta de reforma dos militares

Brasil

PF prende doleiro envolvido em esquema do ex-governador Sérgio Cabral

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
Ex-assessor diz ao MP que dava 2/3 do salário a Queiroz, “como investimento”