Todos os Agentes Penitenciários que participaram da manifestação pacífica e que foram até o CPA buscando um diálogo com o Governador Marcos Rocha, que se esquivava de tratar do assunto, vão responder a um PAD em que se busca a exoneração destes Agentes.

O Imbróglio se formou após o Capitão-PM da Casa Militar, Valdemir Carlos Góes, oficiar à SEJUS, ofício de Nº 529/2019, informando que pelo menos 24 Agentes Penitenciários teriam trancado a governadoria do Estado de Rondônia e impedindo os servidores e visitantes de saírem do local, que fica no 9º andar do CPA. Segundo a informação do capitão Góes, os Agentes Penitenciários impediram de forma proposital e articulada o trânsito de pessoas na Governadoria.

A Secretária de Estado de Justiça, Etelvina Rocha, não perdeu tempo e determinou a instauração dos Processos Administrativos Disciplinares contra uma série de Agentes querendo exonerar-los e sufocar o movimento que tenta, desde fevereiro criar um diálogo com o Governo do Estado para rever um o veto de um acordo orçamentário que implantaria um plano de carreira e realinhamento nos salários, além do cumprimento da recomendação de que haja um agente para cada cinco presos nas unidades prisionais.

A Portaria dos PAD’s é 1423/2019.

Veja abaixo fotos.

https://www.facebook.com/daihane.gomes/videos/2194270467320451

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *