Brasil

PEC que impõe despesas do Legislativo ao governo passa na Câmara e vai ao Senado

Por 453 votos a seis, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 2/15, do deputado Hélio Leite (DEM-PA), que obriga o governo a executar despesas aprovadas pelo Legislativo. A matéria segue, agora, para o Senado.

A PEC torna o orçamento impositivo para as emendas de bancadas até 1% da receita corrente líquida realizada no ano anterior. A aprovação significa que o governo terá de executar obrigatoriamente as despesas aprovadas pelo Legislativo.

Atualmente, como o Orçamento é apenas autorizativo, a equipe econômica do governo tem liberdade para redefinir algumas despesas. Se chegar a ser sancionada pelo governo federal, a PEC pode dar maior controle dos gastos federais aos parlamentares, obrigando o pagamento de despesas para políticas públicas constantes no Plano Plurianual (PPA) e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O texto original da PEC fazia referência a todas as emendas coletivas, que são de bancadas estaduais e de comissões permanentes, mas o relator, deputado Carlos Henrique (PMB-TO), limitou a proposta às emendas de bancada. As emendas de bancada são aquelas apresentadas por deputados e senadores de cada estado e têm como objeto ações específicas daquela unidade da Federação.

Notícias relacionadas
Brasil

Bolsonaro pede que Congresso não suspenda decretos do porte de armas

Brasil

Lista "Não perturbe" impede que telemarketing realize ligações a consumidores cadastrados

Brasil

'Se quer levar mais de 10 quilos, pague, sem problema nenhum’, diz Bolsonaro após veto a gratuidade de bagagem

Brasil

Tacla Duran afirma "paguei para não ser preso" na Operação Lava-Jato

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *