Connect with us

Sem categoria

O nosso futuro “MITO” – Professor Nazareno*

Publicada

em

O governo de Jair Bolsonaro está há quase cinco meses no poder e a sua popularidade só diminui. Governo de lunáticos e despreparados, o que se vê é uma piada atrás da outra. Um governo falido e que não tem apresentado até agora nenhuma proposta para salvar o Brasil da eterna crise. Somente a reforma da previdência é que tem sido vendida como a “panaceia milagreira” que fará jorrar mel e leite das ruas. Mas a extrema-direita e a elite dirigente do país não estão muito preocupadas com mais este fracasso. Já têm até sucessor para o “Mito”: pode ser Sérgio Meneguelli, prefeito de Colatina no interior do Espírito Santo. Eleito pelo MDB, Meneguelli é seguido nas redes sociais por mais de um milhão de fãs. Loiro, jovem, de porte atlético e falante, o político capixaba tem a receita certa para enganar os eleitores trouxas e despolitizados.

Ele será com toda a certeza o próximo “Mito” do povo brasileiro. Um povo em sua maioria burro, idiota, leso, estúpido, semianalfabeto, ignorante, senso-comum e que vive uma eterna busca de seu salvador da pátria, de seu herói, de seu “Mito”. Primeiro foi Tancredo Neves, depois Fernando Collor, depois FHC, Lula, e Bolsonaro. Agora é esse prefeito de Colatina. O que ele faz de firulas e tolices, quase todos os políticos “espertos” e “interesseiros” do país já fazem e sempre fizeram normalmente. Não é nenhuma coisa anormal ou fora de série. É obrigação de todo homem público trabalhar. Cancelou o Carnaval da cidade e investiu o dinheiro na Educação. Aplausos! Foi fotografado na fila do SUS. Alegria geral! Viram-no recentemente pintando as ruas de sua cidade. Bravo! O povão vai ao delírio achando que se trata de um homem santo.

Até em Rondônia, cuja maioria de seu eleitorado também é semianalfabeta, idiota, burra e desqualificada, já tivemos vários mitos. Um deles foi o governador Jorge Teixeira. Gaúcho de nascimento, o Teixeirão é adorado nestas terras como se fosse um verdadeiro Deus. Preposto da Ditadura Militar em terras Karipunas, sequer foi enterrado em Rondônia. Outro “Mito” do povo daqui é o ex-prefeito Chiquilito Erse. “O melhor prefeito de Porto Velho de todos os tempos” dizem muitos porto-velhenses com a boca cheia, mesmo sem ele ter deixado nenhuma obra que justificasse essa adoração toda. Até o atual prefeito Hildon Chaves causou frenesi quando disse mentirosamente que ia beijar, abraçar e acariciar a “currutela fedida”. “Porto Velho, deixa eu cuidar de você”, disse sorrindo. O resultado desse carinho todo é uma administração triste, falida e pífia.

Mesmo sem saber como esse prefeito usa os recursos públicos em sua cidade, já fazem propaganda para o mesmo. Quanto se arrecada de impostos em Colatina? Quanto se gasta? Em que se gasta? Como se gasta? Ele é um bom gestor mesmo ou apenas usa essas “MACAQUICES” para ludibriar o povão abestado? Por que é o melhor prefeito? Concorreu com quem? Quais os pré-requisitos para ser de fato o melhor prefeito do país? Nada disso interessa. Ele é candidato a próximo “MITO” e pronto. “Acreditamos nele e votaremos nele”, afirmam muitos eleitores otários. As redes sociais e o Facebook não falam de outra coisa. Professores, intelectuais, e cidadãos comuns vão ao orgasmo quando veem postagens sobre ele. E a extrema-direita festeja, claro, mais esse “gosto” popular: já tem um substituto “à altura” para concorrer à Presidência do país em futuras eleições caso o atual “Mito” fracasse mesmo. E assim, o Brasil já fracassou de novo!

*É Professor em Porto Velho

Continue lendo
Anúncios
Comentários