Brasil

Moro nomeia crítica a porte de armas como suplente em conselho e simpatizantes criticam

Szabó será suplente de órgão do Depen. Ela discorda de decreto de Jair Bolsonaro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, nomeou Ilona Szabó para ser suplente do CNPCP (Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária). A informação foi publicada na edição desta 4ª feira (27.fev.2019) do Diário Oficial da União.

Crítica ao decreto de Jair Bolsonaro (PSL) que flexibiliza a posse de armas, Szabó é cientista política, co-fundadora e diretora-executiva do Instituto Igarapé, especializado em políticas públicas de combate à criminalidade.

Moro reúne-se com a cientista política às 16h desta 4ª em seu gabinete no ministério.

Ilona Szabó foi nomeada por Sérgio Moro

Ligado ao Depen (Departamento Penitenciário Nacional), o CNPCP tem por objetivo fazer periódicas avaliações do sistema criminal, criminológico e penitenciário, bem como a execução de planos nacionais de desenvolvimento quanto às metas e prioridades da política a ser executada.

A indicação gerou revolta entre os apoiadores do decreto armamentista. Bene Barbosa, analista de segurança e maior incentivador do porte de armas no Brasil declarou que a nomeação de Ilona Szabó para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária é uma medida arriscada para a execução das políticas contra o crime defendidas por Jair Bolsonaro.

“Ilona é o exemplo máximo, é a antítese de uma política conservadora de política pública de segurança. Vem defendendo tudo que é defendido pela esquerda para a segurança. E no meu entender, são essas políticas que nos trouxeram até o estado caótico da nossa segurança pública.”

Sérgio Moro não se pronunciou sobre as críticas.

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Brasil

Filha de Queiroz repassou 80% do salário na Câmara para o pai, aponta Coaf

Brasil

Araújo teve chilique por participação de Eduardo em encontro com Trump

Brasil

Bolsonaro faz reunião para analisar proposta de reforma dos militares

Brasil

PF prende doleiro envolvido em esquema do ex-governador Sérgio Cabral

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
Procurador do DF envia à PGR suspeitas sobre Jair Bolsonaro por improbidade e peculato