Brasil

Malafaia para Eduardo Bolsonaro: ‘Perdeu oportunidade de ficar calado’

O pastor evangélico Silas Malafaia, que foi cabo eleitoral de Jair Bolsonaro durante a campanha do capitão reformado ao Planalto, usou o Twitter na noite de sábado (2) para dar uma “lição de moral” no deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República.

“O filho do presidente Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, perdeu uma ótima oportunidade de ficar de boca fechada na questão que envolve o funeral do neto de Lula. O sábio Salomão já dizia que até o tolo quando se cala, se passa por sábio. A FALTA COMPAIXÃO!”, escreveu Silas Malafaia.

A crítica de Malafaia foi feita no âmbito das declarações que o parlamentar deu sobre a ida de Lula ao sepultamento do neto Arthur Araújo Lula da Silva, que morreu na sexta-feira (1º), aos 7 anos de idade.

Horas após a confirmação do óbito, a defesa do ex-presidente solicitou à Justiça Federal uma autorização para que o petista deixasse a carceragem da Polícia Federal em Curitiba para participar do sepultamento do menino, que ocorreu no sábado (2).

Antes mesmo de a Justiça autorizar a saída temporária de Lula, o deputado federal Eduardo Bolsonaro foi ao Twitter criticar a até então eventual saída do ex-presidente para acompanhar o velório da criança.

“Lula é preso comum e deveria estar num presídio comum. Quando o parente de outro preso morrer ele também será escoltado pela PF para o enterro? Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado”, escreveu o filho de Jair Bolsonaro.

Notícias relacionadas
Brasil

Eleito pelo NOVO pregando "fim dos privilégios", Zema faz 1 viagem aérea a cada 5 dias no governo de MG

Brasil

Bolsonaro promete novas regras para porte de armas de fogo

Brasil

Alexandre Frota é condenado a pagar R$ 50 mil a Gilberto Gil

Brasil

Temendo manifestação de caminhoneiros, Moro autoriza uso da Força Nacional na Esplanada dos Ministérios

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *