Geopolítica

Macri chamará Cristina Kirchner para negociar governo na Argentina

Atual presidente vai chamar rival política para acalmar mercado local conturbado pelas incertezas das eleições e concorrentes de outubro

O governo do presidente argentino, Mauricio Macri, chamará a ex-presidente Cristina Kirchner, sua rival política, para negociar “consensos básicos” de governabilidade a fim de acalmar os mercados locais conturbados, disse um ministro nesta segunda-feira (6).

Os ativos argentinos sofreram uma forte volatilidade nas últimas semanas devido ao aumento da incerteza sobre as eleições de outubro, nas quais Macri buscará a reeleição e Cristina Kirchner também deve competir, embora ainda não o tenha confirmado.

“Cristina Fernández de Kirchner representa uma parte importante do eleitorado da Argentina e tem que ser parte desta mesa”, disse o ministro do Interior, Rogelio Frigerio, em declarações a uma rádio.

Macri vai chamar Cristina Kirchner para conversar /Agustin Marcarian/ Reuters – 25.3.2019

Na semana passada, Macri convocou a oposição em geral a chegar a uma série de acordos depois que a mídia informou que o governo apresentou um pacto com 10 pontos para atenuar as preocupações com o futuro político da Argentina.

Os aspectos principais seriam a manutenção do equilíbrio fiscal e a luta contra a inflação, duas frentes em que Macri vem tendo resultados mistos desde que tomou posse, no final de 2015.

O governo só conseguiu controlar as contas públicas neste ano depois de apelar a um programa de emergência do Fundo Monetário Internacional (FMI), mas os preços ao consumidor continuam em ritmo galopante, apesar dos esforços do banco central do país.

O agravamento da inflação, combinado a uma recessão persistente, abalou Macri nas pesquisas de intenção de voto e deu fôlego às esperanças de Cristina, que enfrenta diversas acusações de corrupção na Justiça.

Algumas figuras do peronismo opositor saudaram a busca de consensos de Macri, mas outros a rechaçaram. Cristina não opinou publicamente, e Frigerio disse que manterá os contatos políticos desta iniciativa nas próximas semanas.

As informações são da Reuters.

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Geopolítica

Trump lança campanha para a sua reeleição

Geopolítica

CCJ aprova convite para Dallagnol explicar troca de mensagens com Moro

Geopolítica

Empresas brasileiras contrataram software espanhol para impulsionar campanha de Bolsonaro em 2018

Geopolítica

Bolsonaro diz que Brasil e Argentina podem ter uma moeda em comum

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
Sergio Moro reage após ser chamado de ‘juizeco’ por humorista