Connect with us

Legislativo RO

Jair Montes defende abertura de diálogo entre Governo e agentes e o fim da “militarização” nos presídios

Publicada

em

Parlamentar quer abertura de diálogo entre o Sindicato dos Agentes Penitenciários e o Governo Marcos Rocha

Preocupado com a onda de violência em Porto Velho, agravada com a fuga em massa na colônia penal Ênio Pinheiro ocorrida na madrugada de domingo, o deputado estadual Jair Montes (PTC) defendeu a abertura de diálogo entre o Sindicato dos Agentes Penitenciários e o Governo Marcos Rocha. A “militarização” nas casas de detenção em Rondônia acaba retirando homens essenciais da Polícia Militar para segurança no Estado, onerando os cofres públicos e comprometendo o orçamento da PM, que poderia ser usado em ações preventivas.

Nesta segunda-feira, 25, os agentes estarão mobilizados em cinco municípios. Na Capital, a categoria fará um chamado “panfletagem-protesto” na esquina da Rio Madeira com Calama em frente ao shopping para chamar a atenção da sociedade. “Precisamos dos policiais nas ruas fazendo a segurança da população. É necessário chamar a categoria e o Governo para uma reflexão sobre o sistema prisional”, clamou o parlamentar representante de Porto Velho.

Os agentes estão em estado de mobilização desde o veto a um acordo orçamentário firmado entre o Governo passado e a Assembleia Legislativa garantindo o plano de carreira dos agentes e o realinhamento nos salários. No pacto descumprido pelo Governo também está inserido a recomendação para que haja um agente para cada cinco presos nas unidades.

“Lugar de policial é nas ruas protegendo o cidadão. Legalmente, a função da segurança nos presídios é atribuída a nossos valorosos agentes. O Governo precisa chamar a categoria ao diálogo e enfrentar a crise de frente e não fugir do debate”, criticou o deputado. Junto com o deputado Anderson Pereira (Pros), Jair se colocou à disposição para lutar com a categoria pelo seus pleitos.

Fonte: Decom
Foto: Marcos Figueira

Continue lendo
Anúncios
Comentários