Brasil

Governo Bolsonaro retira tarifa de importação de leite europeu e prejudica produtores nacionais

Deputado federal Lúcio Mosquini (MDB-RO) criticou ação do governo

O Deputado Federal Lucio Mosquini (MDB/RO), criticou a postura adotada pelo Ministério da Economia, em encerrar a cobrança tarifária antidumping sobre a importação de leite em pó, integral ou desnatado da União Europeia.

A decisão foi publicada nesta quarta-feira, dia 6, no Diário Oficial da União. Com a data limite para renovação até esta quarta-feira, a taxa tinha como objetivo evitar que os produtores nacionais fossem prejudicados pelo aumento de oferta dos produtos desses países. A referida taxa suspensa vinha sendo aplicadas desde a resolução de 2001, como uma maneira de proteger o produto nacional.

O Brasil possui cerca de um milhão, cento e setenta mil propriedades rurais, dedicadas a pecuária leiteira. A decisão pode trazer graves prejuízos a pequenos, médios e grandes produtores, cooperativas e pequenos laticínios.

Mosquini disse que a bancada já estuda alternativas para minimizar o impacto da suspensão da taxa de antidumping para o leite da União Europeia e da Nova Zelândia que figuram entre os maiores exportadores do mundo.

Entenda o caso

Segundo o Deputado, com o fim do imposto antidumping, o governo brasileiro estará abrindo as portas para a entrada do leite e seus derivados, de países europeus, sem ter um preço mínimo.

O leite importado poderá ser comercializado aqui no Brasil, por um preço inferior, ao leite que é produzido aqui.

“O leite importado, não terá um preço mínimo para entrar no Brasil. Com a retirada dessa taxa, o leite europeu poderá entrar com o preço de origem, isso significa dizer que o leite produzido no Brasil ficará sem proteção, e isso poderá trazer um impacto negativo muito forte para nossa pecuária leiteira”.

Assessoria

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Brasil

Eleito pelo NOVO pregando "fim dos privilégios", Zema faz 1 viagem aérea a cada 5 dias no governo de MG

Brasil

Bolsonaro promete novas regras para porte de armas de fogo

Brasil

Alexandre Frota é condenado a pagar R$ 50 mil a Gilberto Gil

Brasil

Temendo manifestação de caminhoneiros, Moro autoriza uso da Força Nacional na Esplanada dos Ministérios

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *