Brasil

Em comercial, prefeitura do RJ acusa Globo de faturar milhões no carnaval e a cidade é quem paga a conta; emissora recusou exibir a publicidade

Comercial abriu discussão sobre papel do dinheiro público no evento, que movimenta a economia da cidade

A Rede Globo de Televisão recusou exibir um comercial da prefeitura do Rio de Janeiro que acusa a emissora carioca de faturar milhões com a venda de cotas de publicidade para transmitir o carnaval, enquanto que a cidade é quem paga a conta. De acordo com a propaganda oficial, a festa tem um custo de R$ 70 milhões para os cofres municipais.

Em nota que foi encaminhada ao blog de Mauricio Stycer, no UOL, a emissora afirmou que “A TV Globo não vai veicular o filme citado da forma como foi recebido. A emissora não está recusando a veiculação de uma campanha da Prefeitura do Rio sobre o carnaval, mas a veiculação de um comercial que faz
incorreta imputação à Globo. Ao contrário do que afirma o filme em questão, a Globo não vende patrocínio do carnaval, que é um evento das escolas de samba. A Globo vende cotas de suas transmissões, cujos direitos compra por valores significativos. O filme em questão faz parecer que a Globo se beneficia dos valores repassados pela prefeitura às escolas de samba, o que não é verdade. A Globo zela, junto a todo e qualquer anunciante e agência, pelo livre acesso do público
à informação comercial ética, honesta, verdadeira e precisa, e, como esclareceu à agência, veiculará o filme caso a Prefeitura do Rio decida adequá-­lo a esses princípios.”

Vereadores da cidade negam que esse seja o valor dos gastos, e a prefeitura alega que o comercial tem como objetivo apenas mostrar a verdade sobre os gastos.

O carnaval do Rio de Janeiro é transmitido pela Rede Globo há décadas para dezenas de países e movimenta milhões na cidade durante o período. Veja abaixo o comercial da prefeitura:

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Brasil

Bolsonaro pede que Congresso não suspenda decretos do porte de armas

Brasil

Lista "Não perturbe" impede que telemarketing realize ligações a consumidores cadastrados

Brasil

'Se quer levar mais de 10 quilos, pague, sem problema nenhum’, diz Bolsonaro após veto a gratuidade de bagagem

Brasil

Tacla Duran afirma "paguei para não ser preso" na Operação Lava-Jato

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
[Coluna] – Desde 2017 que Porto Velho tem R$ 132 milhões na conta para asfalto, mas prefeitura não consegue executar