Brasil

Dois senadores retiram assinatura da CPI do Judiciário, que perde força e pode ser arquivada

A ofensiva parlamentar contra membros do Judiciário perdeu fôlego nesta segunda, 11, com a retirada de duas assinaturas da proposta de criação da comissão parlamentar de inquérito (CPI), no Senado, contra o ativismo judicial dos tribunais superiores: as dos senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Katia Abreu (PDT-TO).

Autor da iniciativa, o senador Delegado Alessandro Vieira (foto) terá de correr para obter as assinaturas faltantes. Caso isso não ocorra, a Mesa Diretora pode fazer a leitura e decretar que, sem os 27 apoios necessários, o pedido está arquivado, informa o Broadcast Político do Estadão.

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Brasil

Carlos Bolsonaro completa 38 horas de ataques a Mourão no Twitter

Brasil

Reforma muda leis sem relação com Previdência, corta PIS e remédios do SUS

Brasil

Oposição vai recorrer para anular sessão que aprovou parecer da Previdência

Brasil

CCJ aprova parecer que considera constitucional a reforma da Previdência; Léo Moraes votou à favor

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
Mordomo do MDB gastou até R$ 201 mil por ano com presidente do Senado