Connect with us

Legislativo RO

DIÁLOGO: Léo Moraes recebe resposta positiva para construção de escola no Cristal Calama

Publicada

em

A solicitação encaminhada no último dia 08 de julho de 2019 pelo deputado federal Léo Moraes (PODE) ao secretário estadual de educação do estado de Rondônia, Suamy Vivecanda, onde pede o posicionamento do executivo estadual sobre a construção de uma escola no condomínio Cristal Calama, foi respondido e trouxe uma boa notícia à comunidade.

De acordo com o secretário de educação, o projeto arquitetônico e orçamentário da escola já está sendo elaborado para que até o próximo ano a escola esteja construída e ativa. “Assim, a demanda solicitada será atendida, impreterivelmente, conforme plano orçamentário de 2020”, relatou Suamy Vivecanda.

Trabalho

Para Léo Moraes, essa escola é fruto do trabalho feito em parceria com a comunidade na busca da garantia da qualidade de vida da população portovelhense. “Através de muito diálogo, bom senso e responsabilidade do Governo do Estado o pedido da sociedade que lá vive será atendido. Teremos uma escola no Cristal da Calama”, disse.

Léo Moraes ainda garantiu que o trabalho segue dentro da comunidade do Cristal Calama, uma vez que ainda faltam diversos pontos de ação do poder pública dentro dessa localidade. “Temos milhares de famílias que já moram no complexo e mais alguns milhares estão próximos a chegar e não existem equipamentos públicos para acolher esses moradores. Faltam posto de saúde, escola infantil, centro de assistência social e outros”, falou.

O congressista também parabenizou as lideranças que trabalham para que essa escola se torne uma realidade. “Parabéns aos líderes e moradores que nos acompanharam em todas as reuniões que tivemos para interceder por algo tão importante para todos. Mais Educação, com educação não se brinca e não podemos esperar!”, exclamou Léo Moraes.

Brasília

Nesta terça-feira (20) o deputado Léo Moraes segue na Câmara Federal, em Brasília, onde participará do debate de pautas de primeira ordem que segue no Congresso, como a reforma fiscal e tributária.

Continue lendo
Anúncios
Comentários