Regional

Crianças que vivem na zona rural de Porto Velho seguem sem poder ir a escola por falta de transporte

Muitos estudantes foram até as paradas esperar pelos ônibus que não apareceram

Prometido para começar nesta segunda-feira (1), o início do ano escolar nas comunidades da zona Rural da capital rondoniense não começou para milhares de crianças, por falta de transporte escolar.

Nesta manhã, alunos da escola municipal Bohemundo Alvares Afonso, localizada na Estrada dos Periquitos, não conseguiram chegar às salas de aulas porque, simplesmente, o ônibus garantido aos estudantes não apareceu para buscá-los, descumprindo o anunciado pela Prefeitura de Porto Velho.

O contrato do transporte havia sido acertado na última semana, mas ao que tudo indica o problema pode ser bem maior, já que não foram vistos ônibus da nova empresa vencedora do certame licitatório nas linhas rurais da cidade.

“Estamos desde fevereiro sem aula. Prometeram que ia começar hoje (segunda-feira) e não passou nenhum ônibus. Agora, prometeram daqui a quinze dias. Mas nada acontece. Estamos indignados”, afirmou uma das mães em um vídeo enviado pela comunidade à reportagem do Rondoniaovivo.

Sem conseguir resolver esse problema, o prefeito Hildon Chaves (PSDB), corre o risco de responder judicialmente pelo prejuízo causado a essas crianças, que agora aguardam mais uma data prometida pelo seu staff.

Do Rondoniaovivo

Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Regional

Polícia Militar de Rondônia revoga lei do IPVA que está em vigor e segue prendendo geral

Regional

Diretores de autarquias de RO estão preocupados em serem sabatinados por deputados

Regional

Marcos Rocha atende pedido de ex-prefeito Roberto Sobrinho e mantém cedência para a Assembleia

Regional

Por incompetência para resolver transporte escolar Hildon Chaves é denunciado pelo MP por improbidade

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
Jair Montes quer saber sobre retorno de vigilância patrimonial nas escolas públicas