Deputado, que sofreu uma série de denúncias e era visto como “acabado” conseguiu se reerguer e vem ampliando sua participação no processo político estadual

Bastidores

O deputado estadual Jair Montes (PTC) foi o grande vitorioso na eleição suplementar ocorrida no último domingo, em Candeias do Jamari, quando foi eleito Lucivaldo Fabrício para o cargo de prefeito. Montes organizou a campanha, articulou junto às lideranças locais e conseguiu uma vitória importante. De quebra, ainda consegue fortalecer seu partido, o PTC.

Fênix

E Jair Montes conseguiu mostrar que, apesar dos percalços sofridos em 2013, graças a uma série de denúncias que nunca foram comprovadas, e praticamente haviam dizimado sua reputação, ele deu a volta por cima. Manteve o cargo de vereador, depois elegeu-se deputado estadual e aos poucos vem se consolidando com uma grande liderança política no Estado. Montes vem trabalhando alinhado com o governador Marcos Rocha, atuou decisivamente na eleição da Mesa da Assembleia, tanto a de Laerte quanto a de Redano e deverá ser o principal articulador nas eleições do ano que vem para prefeito em Porto Velho. Realmente o deputado ressurgiu das cinzas.

E o jurídico?

O escritório do advogado Nelson Canedo se firmou como a maior referência quando o assunto é direito eleitoral. Sob a orientação de Canedo, as principais lideranças políticas de Rondônia estão conseguindo reverter decisões em âmbito da justiça eleitoral, sem contar que o advogado presta consultoria também quando o assunto são as campanhas. E quem escuta Canedo não costuma errar.

Transferidos

Os dois milicianos acusados de serem os executores da vereadora Marielle Franco no Rio de Janeiro, foram transferidos para o presídio federal em Porto Velho. Ronie Lessa e Élcio de Queiroz estão na capital rondoniense desde o dia 26 de junho, levados em uma operação sigilosa por motivos de segurança.

Aliás

Devido aos “ilustres residentes” do presídio federal, o crime organizado se instalou com força na cidade. Gente bem estranha, vindo principalmente das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro estão sendo vistas circulando pela cidade. alugando casas em condomínios de alto padrão e sem nenhum tipo de atividade que justifique o padrão de vida. Em alguns casos, aluguéis estão sendo pagos adiantados por vários meses, em dinheiro vivo, mas, como dinheiro é dinheiro, e com a crise gritando nas portas, ninguém dá muita bola para a origem.

Já tínhamos o PCC

Agora só faltavam os milicianos, que, pelo jeito, em breve estarão em um condomínio perto de você. Mas, se até o presidente tem milicianos no quintal, imagine nós, pobres mortais.

Falta um plano

O governo federal vem fazendo todo tipo de malabarismo para aprovar a nova previdência, e a última foi a declaração de Onyx Lorenzoni de que o Brasil vai acordar melhor que a Nova Zelândia, um dia depois da reforma. Não vai. É balela, discurso populista. O Brasil precisa de emprego, fazer a economia girar no comércio e indústria. Temos uma oferta imensa em todos os setores, mas os consumidores estão em falta. Se Jair Bolsonaro e sua trupe de malabaristas não apresentar uma solução a curto prazo para a economia, gerando empregos e fortalecendo a indústria, sua popularidade, que já anda firme como prego na areia, vai derreter de vez. E Mourão só observa.

Polêmica tola

No Brasil nunca foi proibido criança trabalhar. O que é proibido é ser escravo infantil. Qualquer pai/mãe que tem um comércio, seja ele qual for, conta com a ajuda dos filhos, como também nas tarefas domésticas. Sem contar que existem programas como menor aprendiz que contrata menores nas mais diversas áreas. É estupidez, e no mínimo cinismo, dizer que criança não pode trabalhar. O que não pode é trabalho infantil, aquele para menores de 13 anos, talquei?

Câncer de cabeça e pescoço está associado ao tabagismo e consumo de álcool em excesso

Tabagismo e consumo de álcool ainda são os grandes responsáveis pelo alto índice de casos de cânceres na região da cabeça e do pescoço. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), esse diagnóstico é registrado em três de cada dez tumores relacionados a hábitos evitáveis. O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo também traz números alarmantes: oito em cada dez diagnósticos têm a ver com o cigarro: a pessoa é ou já foi fumante. A pesquisa menciona ainda que o consumo de bebida alcoólica está presente em 50% dos casos positivos. Janaína Jabur, média oncologista da Aliança Instituto de Oncologia, explica que esse tipo de câncer engloba os tumores da cavidade nasal, seios da face, boca, laringe e faringe e, portanto, os sintomas vão depender do local acometido. “Normalmente, o paciente sente alguma área endurecida ou uma ferida persistente, dolorosa e sangrante que prejudica a fala e/ou a alimentação”, destaca. Outros sintomas também chamam atenção, como dificuldade para engolir ou rouquidão persistente. Números do Inca indicam surgimento de novos casos de cânceres nas regiões da cavidade oral (11,2 mil), esôfago (8,24 mil) e laringe (6,39 mil) – todos entre os dez mais frequentes entre homens. A doença é mais frequente em pacientes com idade entre 50 e 60 anos. O câncer de cabeça e pescoço afeta de duas a três vezes mais homens do que mulheres, mesmo quando relacionado ao vírus do papiloma humano (HPV), doença sexualmente transmissível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *