Marinha Raupp era deputada desde 1995 ininterruptamente e agora está lotada em gabinete de senador do Mato Grosso. E ainda, presidente do IPEM se preocupa mais em descobrir vazamentos que em melhorar situação do órgão

No Senado

Marinha Raupp conseguiu um emprego. Está lotada no gabinete do senador Wellington Fagundes, do PR de Mato Grosso. A ex-deputada federal recordista de mandatos em Rondônia, que desde 1995 nunca havia perdido uma eleição, está recebendo salário de R$ 22.943. A nomeação foi publicada no último dia 20, no Diário Oficial do Senado Federal.

Surpresa

Muita gente desconhecia totalmente a realidade em que se encontra o IPEM de Rondônia. E por lá, foi uma sexta-feira agitada. O atual presidente Aziz Rahal Neto, ao invés de se preocupar em melhorar os serviços e fazer do órgão uma entidade eficiente, preferiu passar o dia tentando achar “quem vazou” as informações publicadas na última coluna. Sinceramente, seu eu fosse o governador, exonerava de imediato, só pela falta de bom senso.

Fora da casinha

Eis que um “analista” escreve, “a melhor aposentadoria é vc gastar menos do que ganha e investir seu dinheiro ao longo do tempo. Perceba, eu não falei em vc ganhar mais do que gasta, mas sim, gastar menos do que ganha. Captou?”. O problema é que vivemos no Brasil, onde o que se ganha, sequer cobre as despesas básicas de uma família pequena. Só queria saber de onde esses gênios conseguem tirar inspiração para dizer que por essas bandas alguém consegue juntar dinheiro. Alguém ai andou pelos supermercados nas últimas semanas?

De longe, não

O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) emitiu nota de repúdio devido ao Ministério da Educação ter homologado o curso de veterinária à distância. Na avaliação do CRMV, “a construção de competência, habilidades e boas práticas são fatores determinantes para a qualidade do exercício da profissão, estando o curso à distância fora dessa premissa de qualificação profissional prática”. É bom já ir se acostumando. A “nova política” vai ampliar o ensino à distância e deve começar a trabalhar projetos para colocar outros cursos no pacote.

Na quarta-feira

Dia 27 toma posse oficialmente a nova diretoria da seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil. O evento será a partir das 19 horas no Palácio das Artes (Teatro Estadual). Além da posse do presidente Elton Assis e toda a diretoria da OAB, também vai ser empossada a nova administração da CAARO, a Caixa de Assistência dos Advogados.

Laranjal só aumenta

A vida de Flávio Bolsonaro não vai ser fácil de agora em diante. Começaram os depoimentos de ex-assessores ao Ministério Público no Rio de Janeiro. Nesta semana, um dele contou que transferia para Fabrício “Laranja” Queiroz, 60% de seu salário na Assembleia Legislativa do Rio. O depoente alegou que era “um investimento”, que fazia transferência eletrônica mas recebia seus “dividendos” em espécie. Ele deveria contar essa historinha ao Sérgio Moro. O ex-juiz agora acredita em tudo, até que Caixa 2 não é crime.

Só fala no Twitter

O tal filho “pitbull” de Jair Bolsonaro é um inútil como político. Vereador, Carlos Bolsonaro não apresentou nenhum projeto de lei entre 2017 e 2018. Ano passado foi co-autor de dois, um do Executivo que tratou do plano Municipal de Educação e outro para declarar a Família Gracie “patrimônio cultural de natureza imaterial do Rio de Janeiro”. É conhecido na câmara como integrante da “bancada Hello Kit”, alusão ao personagem infantil que não tem boca. De acordo com o site da Câmara, a última fala de Carlos Bolsonaro foi no dia 12 de setembro de 2017″.

Falando em Bolsonaro

Na torcida aqui para que nenhum lunático do alto comando da República resolva meter o Brasil em um conflito armado com a Venezuela (leia-se Rússia). Aliás, bom lembrar que a Segunda Guerra Mundial só foi vencida graças a União Soviética, que dizimou o exército alemão. Em um conflito na América do Sul que envolva duas potências como EUA e Rússia, a bucha de canhão são os latinos. Nesta sexta-feira, a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zajarova, acusou hoje os Estados Unidos de usarem a ajuda humanitária à Venezuela como “pretexto para ação militar”. “Uma perigosa provocação, de grande magnitude, inspirada e dirigida por Washington, a saber a entrada pela fronteira venezuelana de um suposto comboio humanitário está prevista para 23 de fevereiro.” O melhor para todos neste momento seria Maduro enfiar a viola no saco e pedir asilo na Rússia. A América Latina ficaria imensamente grata.

Próteses mamárias estariam associadas ao surgimento de Linfoma anaplásico de grandes células

Mais casos de um raro linfoma de células T associado a próteses mamárias foram notificados, segundo a Food and Drug Administration (FDA) norte-americana. O linfoma anaplásico de grandes células associado a próteses mamárias pode se desenvolver na cápsula ao redor de um implante de silicone preenchido com gel ou salina usado na reconstrução da mama após a mastectomia ou no aumento da mama por razões estéticas. O intervalo médio entre a cirurgia e o diagnóstico é de 9,2 anos. Em um comunicado publicado em 06 de fevereiro, a FDA disse ter recebido um total de 660 notificações sobre dispositivos médicos sobre casos de linfoma anaplásico de grandes células associado a próteses mamárias nos Estados Unidos desde 2010. “Entendemos que as informações apresentadas mostram um aumento de 246 novas notificações sobre dispositivos médicos desde o ano passado”, acrescentou a FDA. LEIA MAIS SOBRE O CASO CLICANDO AQUI.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *