Coluna Painel Político

[Coluna] – Assassinato de professora pelo ex choca Rondônia e aquece debate sobre inoperância da polícia nesses casos

Ela foi morta um dia depois de ter sido agredida e o homem ter sido preso e liberado sob fiança. Desmonte da segurança por Confúcio Moura dificulta qualquer ação, já que falta tudo nas delegacias de Rondônia

Virou rotina

“Mulher é morta pelo ex”. Essa é uma manchete diária nos jornais de todo o país. E não se vê nenhum debate para mudar essa situação. E a cada dia, a violência e os métodos ficam mais cruéis. Para piorar, temos a impunidade. Neste fim de semana a vítima foi uma professora que vivia em Candeias e tentava separar-se do agressor há dois meses. No sábado ela apanhou dele. Ele foi preso e liberado sob fiança de R$ 4 mil. O delegado fez o que estava a seu alcance, o que estava na lei. No domingo, um ensandecido agressor invadiu a residência da ex, bateu no sogro, um idoso de 75 anos e matou, a pauladas, sua ex-companheira.

Horário comercial

Candeias do Jamari não tem delegacia especializada, a conhecida “Delegacia da Mulher”. Porto Velho tem. Mas estava fechada. Só funciona em horário comercial. A grande maioria das agressões ocorrem à noite e nos finais de semana. Mas a Sesdec ignora isso. E não é de agora. É desde que Confúcio Moura foi governador. A culpa é dele. Foi ele quem desmontou a precária, mas funcional, segurança pública que tínhamos em Rondônia. A segurança no Estado é fictícia. Estamos por Deus. E pela coragem dos que ainda se esforçam para tentar nos proteger, com pouquíssimas viaturas e condições precárias de trabalho.

O mínimo necessário

Cada município de Rondônia deveria ter uma delegacia da Mulher. Com policiais mulheres, pelo menos um psicólogo em “stand by” e uma viatura. Isso é o mínimo necessário. O aparelho de segurança e judicial precisa ser modernizado. Agressores são reincidentes. A “cura” só ocorre se o sujeito se dispuser a fazer um tratamento psicológico. Do contrário ele vai agredir de novo. E de novo. Até que um dia vai matar. E vai colocar a culpa “no amor”. No tal “sem você eu não vivo”. Mas vive. Mata e segue vivendo. Virou uma epidemia e ninguém está dando a devida atenção a isso.

Pataquada

O tal movimento que prega o fim do Supremo Tribunal Federal é tão absurdo quanto Deltan Dallagnol querer gerenciar R$ 2,5 bi de dinheiro da Petrobrás . Em Rondônia 21 pessoas se dispuseram a “ir às ruas” para defender tamanha tolice. O Brasil, para quem ainda não entendeu, é uma República Federativa composta por três poderes, Legislativo, Judiciário e Executivo. Temos leis que regem cada um desses poderes. O Supremo tem cometido erros gravíssimos, a prisão em segundo grau é um deles já que fere a Constituição Federal e o caso é tão sério que a própria Corte evita mexer na bagunça criada por ela própria.

Porém

As instituições precisam e devem ser preservadas. O brasileiro precisa parar com essas asneiras de querer fazer as coisas na marra. Se você quer mudança, comece votando em pessoas que tem projetos e clarezas sobre o Brasil e a região em você habita. Ou que pelo menos conheça a estrutura política-administrativa do país em que nasceu.

Taquígrafos

A Assembleia Legislativa deve começar a convocar os aprovados no concurso público realizado em 2018. Os primeiros a ser chamados devem ser os taquígrafos.

Subdimensionado

Falando em Assembleia, o responsável pelo projeto do novo prédio deve ser a pessoa mais sem noção do planeta. Sub-dimensionaram a quantidade e o tamanho dos elevadores, e como resultado, longas filas se formam nos andares.

Quem sabe?

Alguém ai sabe informar quanto custaram aqueles canteirinhos com flores que foram espalhados pela prefeitura na Avenida Sete de Setembro e foram pivô de pesadas críticas por parte do vereador Márcio Oliveira contra o prefeito Hildon Chaves?

Pesada

A edição digital da CNN do Chile estampou em sua página que o presidente Jair Bolsonaro tem envolvimento direto com a morte da vereadora Marielle Franco. O jornal divulgou que cinco fatos amparam essa acusação, que a meu ver é totalmente precipitada e não tem nada que comprove isso. Segundo a CNN o fato de Ronnie Lessa ser vizinho, do filho de Bolsonaro ter namorado a filha de Lessa, a foto de Bolsonaro e Elcio Queiroz, o fato do miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega ter trabalhado no gabinete de Flávio Bolsonaro e a defesa de milícias e milicianos feitas pelo presidente por seus filhos, em situações distintas, são “provas”.  

Mais evidências indicam que uso de vitaminas no pré-natal reduz o risco de autismo

O uso de vitaminas durante o primeiro mês de gestação pode reduzir pela metade o risco de transtorno do espectro autista (TEA) em irmãos de crianças afetadas, de acordo com as descobertas publicadas on-line em 27 de fevereiro no periódico JAMA Psychiatry. Embora algumas pesquisas tenham associado o uso materno de suplementos de ácido fólico durante o início da gravidez com a redução do risco de TEA na criança, não houve estudos sobre esta associação em irmãos mais novos de crianças diagnosticadas com TEA. A Dra. Rebecca J. Schmidt, Ph.D., da University of California, Davis, e colaboradores examinaram a recorrência de TEA em famílias consideradas de alto risco dada a existência, na prole, de uma criança mais velha com este diagnóstico. O foco em alto risco diminui a necessidade de recrutar um grande número de famílias, não é necessário acompanhar os casos iniciais, e é possível comparar as crianças que vivem em ambientes semelhantes e que compartilham em média metade de seus genomas. Estudos mostram que irmãos de crianças com TEA têm um risco 12 vezes maior em relação à população em geral, ou seja, uma incidência de TEA variando de 19% a 24%. Irmãos de crianças com TEA também têm maior risco de atraso de linguagem, déficit de atenção, deficiência intelectual e outras características autísticas.


Sobre o autor

Jornalista, editor de Painel Político, consultoria em comunicação
Notícias relacionadas
Coluna Painel Político

[Coluna] - Fosse hoje, Hildebrando Pascoal receberia medalhas ao invés de cadeia

Coluna Painel Político

[Coluna] - Suspeita de favorecimento e apadrinhamento em ações milionárias no TJRO vai parar na Corregedoria

Coluna Painel Político

[Coluna] - Quem tem CRECI é Raupp, mas quem tem "culpa no cartório de imóveis" é Confúcio Moura

Coluna Painel Político

[Coluna] - "Juntos e Shallow Now", é como caminha o governo de Marcos Rocha e Assembleia Legislativa

Inscreva-se na nossa Newsletter e
fique informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vale a pena ler...
Cássia Muleta reivindica solução de problemas de sinal telefônico em Tarilândia e região