Connect with us

Geopolítica

CNN no Chile diz que “todas as pistas do caso Marielle levam à Bolsonaro”

Publicada

em

Compartilhe

Publicação afirma que “há várias pistas que apontam para uma figura altamente conhecida: o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro”

A imprensa internacional vem repercutindo o caso Marielle e ao menos a CNN no Chile afirma que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro seria o principal culpado pelo crime. Reportagem publicada no último dia 15 no site da CNN Chile, aponta o mandatário brasileiro como “mandante da morte da vereadora”.

Matéria publicada na CNN chilena acusa Bolsonaro

Assim a publicação faz referência ao caso:

“Dois dias antes do primeiro aniversário, na terça-feira 12 de março de polícia brasileira capturou dois policiais militares que seriam os supostos assassinos: Ronnie Lessa, 48, que disparou 13 tiros contra o veículo, e Élcio Vieira de Queiroz, 46 , que estava dirigindo o carro em que seu parceiro estava.

Ambos faziam parte do Escritório de Crime, um grupo de homens armados ligados a um bairro milícia das Pedras Rio, no oeste do Rio de Janeiro, de acordo com investigadores do Ministério Público, o ataque foi planejado em detalhes por três meses e foi motivado pelo desempenho político do conselho, que era conhecido por confrontar e denunciar o desempenho de tais grupos paramilitares nas favelas.

A polícia assegurou que a autoria material do crime é esclarecida, mas, em contraste, não há provas para orientar quem eu mando matar. No entanto, há várias pistas que apontam para uma figura altamente conhecida: o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.”

CLIQUE AQUI PARA LER A REPORTAGEM NA CNN DO CHILE

A publicação elenca cinco motivos para tal afirmação precipitada – 1 – o fato do ex-PM Ronnie Lessa morar no mesmo condomínio que o presidente; 2 – o filho de Jair Bolsonaro ter namorado a filha de Lessa; 3 – a foto em que Elcio Queiroz, motorista do carro usado no assassinato da vereadora, aparece ao lado de Jair Bolsonaro; 4 – o fato do miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega ter trabalhado no gabinete de Flávio Bolsonaro e; 5 – o fato do presidente e seus filhos terem saído em defesa de milícias e milicianos por diversas vezes, em situações distintas.

Em outra postagem, publicada nesta segunda-feira, a CNN do Chile informa que protestos contra Jair Bolsonaro estão sendo organizados no país. O presidente tem uma visita agendada ao Chile na próxima quinta-feira, 21.

Foto da capa – Foto: FABIO MOTTA/ESTADÃO

Continue lendo
Anúncios
Comentários