Connect with us

Brasil

Alcolumbre: “Se fosse deputado ou senador, Moro já estava cassado ou preso”

Publicada

em

Davi Alcolumbre voltou a fazer críticas ao Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. 

Alcolumbre disse que Moro, “se fosse deputado ou senador, estava no Conselho de Ética, cassado ou preso”.

A declaração foi dada durante o jantar do site Poder360, em um restaurante em Brasília onde ele afirmou também:

Do ponto de vista ético, sim [ultrapassou]. Se aquilo for tudo verdade… esse que é o problema. Aquilo é verdade? Vai comprovar? Aquela conversa não era pra ter sido naquele nível entre o acusador e o procurador. Se isso for verdade, eu acho que vai ter um impacto grande, não em relação a Operação porque ninguém contesta nada disso e não vai contestar nunca. (…) Se isso fosse deputado ou senador, tava no conselho de ética, tava cassado ou tava preso”. Em caso de congressistas, disse que talvez mesmo sem comprovação poderia haver punição.

“Depois da reforma da Previdência vai ser muito difícil unificar a Câmara e o Senado com esse modelo [de governo e de articulação política do presidente Jair Bolsonaro]”, disseSegundo Alcolumbre, o modo bolsonarista de administrar não permite mensurar quem são os partidos que apoiam o governo, fora o PSL, e quem são os partidos que não apoiam.”

Alcolumbre declarou estar buscando colaborar com o governo. “Eu acho que eu estou ajudando muito [o governo]. Eu falei um dia desses para 1 ministro que eu queria que ele procurasse alguém que estivesse ajudando mais que eu, porque eu queria conhecer”, disse.

Presente ao jantar, o secretário Especial de Desestatização e Desinvestimento, Salim Mattar, concordou com Alcolumbre. Ao final do encontro, disse: “Como é importante ter 1 presidente do Senado interessado em fazer uma boa agenda e com tanta ponderação”.

LEIA A REPORTAGEM COMPLETA NO PODER360

Continue lendo
Anúncios
Comentários